Estão abertas as inscrições para curso de extensão da UFRJ

04052017_1010231

Estão abertas até o dia 21 de julho de 2017 as inscrições para o curso de extensão Mídia, Violência e Direitos Humanos, organizado pelo Núcleo de Estudos em Políticas Públicas e Direitos Humanos (NEPP-DH), da UFRJ.

O objetivo é promover um espaço horizontal de troca de conhecimentos e experiências entre a universidade e moradores de favelas e periferias, lideranças comunitárias, comunicadores populares e profissionais com atuação nesses territórios para debater as formas de representação da violência e dos direitos humanos na mídia empresarial e as alternativas a essa representação na mídia independente.

A quarta edição do curso é elaborada e organizada por um coletivo de pesquisadores, professores, profissionais, especialistas e estudantes que atuaram ou de alguma forma contribuíram nas edições anteriores. A coordenação é do jornalista Pedro Barreto, doutor em Comunicação e Cultura pela Escola de Comunicação (ECO) da UFRJ.

As aulas, em formato de mesas temáticas, acontecem nos seguintes dias: 9, 16, 23 e 30 de agosto e 6 e 13 de setembro, sempre das 18h às 21h, no Audi- tório do Nepp-DH (3o andar do prédio Anexo do CFCH, no campus universitário da Praia Vermelha).

Para se candidatar, basta enviar um e-mail para [email protected] contendo nome, endereço, profissão e os motivos pelos quais tem interesse em participar (até três linhas), até o dia 21 de julho. São oferecidas 50 vagas. Haverá lista de espera. Os alunos que concluírem 75% de frequência receberão certificados.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]