É preciso responsabilidade para não chorar depois

2016 chegou e junto com ele, as eleições municipais.

É hora de fazer valer o voto, é hora de dizer o que você e sua cidade precisam.

O salário de um político é muito alto aqui no Brasil, e é um dos que dão mais gastos para o país no mundo. Enquanto que existem países que seus representantes não recebem nenhum centavo para exercer esse poder, dessa forma eles devem trabalhar pelo povo e não pelo dinheiro. Então em quem devemos votar? Vote naquele que você acredita que poderá fazer do Brasil um país melhor, e não porque ele te deu dinheiro que vai durar até o final do mês. Afinal, o país está na ponta do seu dedo.

“Os políticos não conhecem nem o ódio, nem o amor. São conduzidos pelo interesse e não pelo sentimento.” – Philip Chesterfield

Nossa política é dominada pela lógica de que ganha quem promete mais “direitos” e tenta mascar os deveres. Ignora-se que tudo aquilo que o governo dá a Paulo é nada mais do que uma porção daquilo que ele antes retira por meio de impostos do bolso de Pedro, Maria, José e milhões de Brasileiros.

“O único progresso verdadeiro é o progresso moral. O resto é simplesmente ter mais ou menos bens.” – José Saramago.

Vote consciente, vote por você, pelo João, pelo Pedro e por todos os outros Brasileiros que precisam de governantes com os pés no chão e o mínimo de empatia possível.


Sobre o autor:

image1Me chamo Luís Martins, tenho 23 anos, sou estudante de Psicologia da Universidade Padre Anchieta, em Jundiaí – SP. Moro no Jardim Fepasa, uma periferia de Jundiai.
https://twitter.com/EuLuisMartins

 

Comentários Facebook

comentários

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top