Em campanha pela visibilidade periférica, Prefeitura do Rio inicia cadastro de líderes comunitários

A ação visa criar um canal de comunicação entre a gestão municipal e os articuladores periféricos

Foto: Vilma Ribeiro/Voz das Comunidades

É inegável a importância da presença de líderes comunitários nas favelas do Rio de Janeiro. Com o objetivo de potencializar as vozes de quem move a coletividade pelas comunidades cariocas, a Prefeitura do Rio de Janeiro, através da Secretaria Especial de Ação Comunitária/SEAC, realiza o cadastro de lideranças periféricas na campanha municipal “Lideranças Comunitárias das Favelas Cariocas”.

De acordo com o Censo de 2010 do IBGE, a Capital do Rio de Janeiro possui 763 favelas na extensão do seu território. Para compreender e aproximar as questões demandadas pelos moradores de periferia, a plataforma mapeia lideranças locais instituídas e amplia o espaço de comunicação e interação com a gestão municipal, construindo uma rede que visa melhorias na qualidade de vida das favelas.

cadastro de líderes comunitários
Campanha da Prefeitura do Rio de Janeiro visa mapear lideranças comunitárias para facilitar a interação com a população.
Foto: Reprodução.

Segundo as informações da Secretaria Especial de Ação Comunitária, o interesse em participar da rede de cadastro deve ser enviado através do endereço eletrônico ([email protected]) compartilhando as informações básicas de cada articulador comunitário (nome, idade, bairro e coletivos).